O CESEM, Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical, contribui para a celebração da dupla efeméride de José Vianna da Motta com um colóquio, a decorrer na Biblioteca Nacional de Portugal durante os próximos dias 26 e 27 de Outubro.

Intitulado Virtuosidade e Nação, o colóquio promoverá a reflexão crítica e debate em torno da produção do compositor e da recepção da sua obra, particularmente através das lentes nomeadas no título do encontro. Dez musicólogos responderam ao repto da Comissão Científica, composta por Christine Wassermann Beirão, Teresa Cascudo, David Cranmer e Luísa Cymbron. Proferindo na qualidade de conferencista principal, o musicólogo italiano Mauro Fosco Bertola (proveniente da Universität des Saarlandes) encerrará a jornada.


Sexta-feira, 26 de Outubro de 2018

Christine W. Beirão “… determinado a ser o Grieg de Portugal” – o sonho de Viana da Mota”

João Costa Ferreira “Viana da Mota: o virtuoso intelectual”

Francesco Esposito “Nascer ‘só com o génio em terra em que o génio, nem é riqueza, nem dá honra’: a defesa do músico nacional e as ameaças vindas do estrangeiro na Lisboa do século XIX”

Rui Magno Pinto “A produção sinfónica de juventude de José Viana da Mota”

Luísa Cymbron “Cenas nas Montanhas: Viana da Mota nos Açores em 1895”

Ana Maria Liberal “Viana da Mota e o Brasil: as digressões com Bernardo Moreira de Sá entre 1896 e 1907”

Luís Santos “José Viana da Mota e a Orquestra Sinfónica de Lisboa (1918–1920)”

Maria José Artiaga “Viana da Mota e o ensino da música em Portugal”

Sábado, 27 de Outubro de 2018

Daniel Sanches “Viana da Mota pianista e pedagogo: elementos artísticos e pedagógicos na revisão dos exercícios de virtuosidade de C. V. Alkan”

Nuno Vieira Almeida “Viana da Mota e a tradição do Lied”

Mauro Fosco Bertola [Universität des Saarlandes, Alemanha] “Nationalism, Virtuosity and their Sublime (Musical) Objects”


Mais informações acerca do decorrer do colóquio podem ser consultadas no site da Biblioteca Nacional de Portugal.

Sobre o autor

Luís Salgueiro

Luís Salgueiro é licenciado em Composição pela Escola Superior de Música de Lisboa. Para além da sua actividade criativa, dedica também a sua energia à preparação de partituras e musicografia, primeiro como 'freelancer' e actualmente como coordenador das actividades editoriais do MPMP, Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa.

Deixe um comentário

O seu endereço de correio electrónico não será publicado.