Após o sucesso das duas primeiras edições, que tiveram lugar em 2016 e 2017, a cidade de Guimarães volta a receber o Festival de Música Religiosa, de novo durante a Semana Santa e com uma nova vocação de internacionalização, procurando reforçar a colaboração com solistas e agrupamentos de além-fronteiras.

Com concertos e conferências que se estendem desde os dias 23 a 31 de Março, o FIMRG, organização da responsabilidade da Câmara Municipal de Guimarães, que, desde a sua criação, contara com a direcção de José Maria Pedrosa Cardoso, um dos mais reconhecidos musicólogos portugueses da actualidade, tem também nesta edição a estreia de uma nova equipa directiva, liderada por Elisabete Matos como Directora Artística (juntamente com Augusto Alvarez como Director-Adjunto, estando ainda presente José M. Pedrosa Cardoso na qualidade de consultor científico), propondo-nos, após esta breve reestruturação, e de acordo com a nota de imprensa enviada a esta redacção, “unir as tradições religiosas e culturais do País incluindo artistas de outros países com o intuito de abrir fronteiras, mas sempre valorizando a cultura local com a inclusão dos seus próprios agrupamentos e tradições locais”, aspecto já bem presente, e.g., na programação de 2017. Assim, a programação contará com a participação da Orquestra de Guimarães, do Quarteto de Guimarães e dos Jovens Cantores de Guimarães, agrupamentos “mais representativos do que melhor se faz pela música erudita nesta região.”

Neste mesmo sentido, na conferência de imprensa de apresentação do Festival, que teve lugar a 13 de Março último, a Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Guimarães, Adelina Pinto, considerava que “internacionalização, contacto com as associações locais e contemporaneidade são os ingredientes de uma política cultural com um caminho marcado que deixa o selo em todas as nossas iniciativas.” No mesmo momento, a Directora Artística salientou: “Sabemos que a Arte e a Música são o único veículo que nos une nas nossas diferenças, na tolerância e na convivência pacífica, já que se trata de uma questão de sensibilidade com independência das nossas crenças, algo que tanto necessitamos nos dias de hoje.”

Nesta edição do FIMRG, apresentar-se-ão em concerto, entre muitos outros, agrupamentos e personalidades como o Coro Gaos, o Grupo Vocal Olisipo, os cantores Dora Rodrigues e Gabriel Díaz, o pianista Nuno Vieira de Almeida, o organista Alfonso Sebastián, ou ainda o actor João Reis.

 

PROGRAMA

Sábado, 24 de Março, 16h30 | Praça do Município

FESTA CORAL

Obras de J. Van Berchem, Pe. Manuel Faria, Fr. Manuel Cardoso, Diogo Dias Melgaz, Pietro Allori, e W. A. Mozart, entre outros autores

 

Sábado, 24 de Março, 21h30 | Igreja de Nossa Senhora da Oliveira

Quarteto de Cordas de Guimarães

Obras de M. Goreki, S. Barber, C. Loewe e J. Turina

 

Domingo, 25 de Março, 21h30 | Igreja de São Francisco

Jovens cantores de Guimarães

LAUDATE PUERI

Obras de Afonso X, Mendelssohn, Pablo Casals, Fernando Lopes-Graça, Anónimos (Livre Vermeil de Montserrat), entre outros

 

Segunda-feira, 26 de Março, 21h30 | Igreja da Misericórdia

VIVALDI: CANTATAS

Paulina Sá Machado (soprano), Marta Magalhães e Mariana Sousa (mezzo-sopranos), Nuno Cardoso (violoncelo), José Carlos Araújo (cravo)

 

Terça-feira, 27 de Março, 21h30 | Palácio dos Duques de Bragança

Benjamin Britten: CANTICLES

Nuno Vieira de Almeida (piano), Paulo Guerreiro (trompa), Mariana Sousa (mezzo-soprano), João Rodrigues (tenor), Armando Possante (barítono), Arthur Filemon (contratenor)

 

Quarta-feira, 28 de Março, 21h30 | Igreja de São Domingos

Grupo Vocal Olisipo | Armando Possante

Missa Pro Defunctis a 6 Vv. – Fr. Manuel Cardoso

Responsórios de Sexta-feira Santa – Francisco Martins

Missa Pro Defunctis a 6 Vv. – Duarte Lobo

 

Quinta-feira, 29 de Março, 21h30 | Igreja de São Pedro do Toural

Coro Gaos | Fernando Briones

Obras de J. Sandström / M. Praetorius, Pe. Manuel Faria, Mendelssohn, C. A. Carrillo, J. Domínguez, entre outros

 

Sexta-feira, 30 de Março, 15h00 | Igreja de Santo António dos Capuchos

VIA DOLOROSA

Poemas de Augusto Alvarez

João Reis (actor) / Rui Gama (viola)

 

Sexta-feira, 30 de Março, 21h30 | Igreja de S. Francisco

MÚSICA PARA A PAIXÃO

Gabriel Díaz (contratenor) / Calia Álvarez (viola da gamba) / Juan Carlos de Mulder (tiorba) / Alfonso Sebastián (órgão)

Obras de Domenico Scarlatti, François Couperin, Dietrich Buxtehude, Tarquinio Merula, Claudio Monteverdi, Bartolomé de Selma y Salaverde e Giovanni Felice Sances

 

Sábado, 31 de Março, 21h30 | Centro Cultural Vila Flor (Grande Auditório)

Concerto de Encerramento

JOÃO DOMINGOS BOMTEMPO | REQUIEM À MEMÓRIA DE CAMÕES

Dora Rodrigues / Elisabete Matos / Mário Alves / Nuno Dias

Orquestra de Guimarães | Rui Pinheiro (direcção)

Coro Autêntico da ESART

(Maestro do Coro: Gonçalo Lourenço)

Sobre o autor

Duarte Pereira Martins

Licenciado em piano pela Escola Superior de Música de Lisboa, concluiu o curso de piano do Conservatório Nacional com a classificação máxima. Premiado em diversos concursos de piano, apresenta-se regularmente em concerto por todo o país e estrangeiro, em diversas formações, com especial destaque para a divulgação do património musical português. Gravou para a Antena 2 e para a TV Brasil. É o director artístico de duas integrais das sonatas de Carlos Seixas e João Domingos Bomtempo. Frequenta, paralelamente, o curso de Engenharia Física Tecnológica no Instituto Superior Técnico. É membro fundador e Vice-Presidente da Direcção do MPMP, Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa.

Deixe um comentário

O seu endereço de correio electrónico não será publicado.