“Fogo – um passeio por canções brasileiras e portuguesas” é a segunda turnê ao Brasil do MPMP, Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa. Depois de uma primeira turnê em 2014, com concertos para canto e piano (Ana Paula Russo e Duarte Pereira Martins), piano a solo e a quatro mãos (Duarte Pereira Martins e Philippe Marques) e quarteto de arcos (Ensemble MPMP), esta segunda viagem será inteiramente dedicada a repertório lírico luso-brasileiro, sob a interpretação da soprano Joana Seara e do pianista Jan Wierzba. Tal como na turnê anterior, os concertos serão comentados pelo compositor e musicólogo Edward Luiz Ayres d’Abreu.

A turnê propõe um passeio concebido a partir de uma das óperas mais importantes da história da ópera em língua portuguesa: Serrana, de Alfredo Keil. A ária de paixão e loucura da personagem principal, fazendo transparecer o conflito entre viver um grande amor ou seguir o destino traçado, cruza-se aqui com uma antologia de peças de compositores brasileiros e portugueses em torno dos mesmos dilemas e imaginários amorosos. Para acompanhar o feérico romantismo de Alfredo Keil seleccionaram-se cinco compositores activos no século XX e cinco compositores activos na nossa contemporaneidade, propiciando assim uma inédita panorâmica sobre o repertório lírico luso-brasileiro das últimas décadas, com especial destaque para as obras de Almeida Prado, João Guilherme Ripper, António Pinho Vargas, Eurico Carrapatoso e Luís Tinoco, tendo a este último sido encomendada uma obra que será nesta turnê apresentada em estreia absoluta. Convida-se assim o público a redescobrir de que forma o fogo, um dos clássicos quatro elementos naturais, inspirou e continua a inspirar, na sua acepção mais literal ou mais metafórica, os criadores musicais da lusofonia.

Esta viagem tem o apoio da Direcção-geral das Artes / Governo de Portugal, Embaixada de Portugal no Brasil, Camões — Instituto da Cooperação e da Língua, Consulado de Portugal em São Paulo, Experimenta Portugal, e dos vários auditórios em que serão apresentados os concertos: Centro Cultural São Paulo e Escola de Música do Theatro Municipal (São Paulo), Conservatório de Tatuí (Tatuí), Embaixada de Portugal em Brasília (Brasília) e Sala Cecília Meireles (Rio de Janeiro).

 

 


 

Percurso

7 de Junho, 20h30, Centro Cultural São Paulo, São Paulo

8 de Junho, 20h00, Teatro Procópio Ferreira — Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos”, Tatuí

11 de Junho, 17h00, Escola de Música do Theatro Municipal (Praça das Artes), São Paulo | Concerto em colaboração com o Coral Paulistano Mário de Andrade

15 de Junho, 19h00, Embaixada de Portugal em Brasília, Brasília

17 de Junho, 19h (palestra) / 20h (concerto), Sala Cecília Meireles, Rio de Janeiro

 


 

Programa (dias 7, 8, 15 e 17)

 

Luís Tinoco (Lisboa, 1969-)
Fogo* | sobre poema de Almeida Faria
* encomenda MPMP / estreia absoluta

Murillo Santos (Rio de Janeiro, 1931-)
Canção de amor | Alma Cunha de Miranda

Francisco Mignone (São Paulo, 1897-)
Alma adorada | Francisco Mignone

António Pinho Vargas (Vila Nova de Gaia, 1951-)
A maior tortura | Florbela Espanca

Adelaide Pereira da Silva (São Paulo, 1928-)
É tão pouco o que desejo… | Vicente de Carvalho

Eurico Carrapatoso (Mirandela, 1962-)
Três poemas eróticos | Anónimo italiano do século XVI,
José Lamolinairie de Campos e Federico García Lorca

Alfredo Keil (Lisboa, 1850 — Hamburgo, 1907)
“Noite medonha” — ária da ópera Serrana | Henrique Lopes de Mendonça

João Guilherme Ripper (Rio de Janeiro, 1959-)
“Diga em quantas linhas…” — ária da ópera Domitila | João Guilherme Ripper

Osvaldo Lacerda (São Paulo, 1927 — São Paulo, 2011)
A valsa | Casimiro de Abreu

Manuel Ivo Cruz (Corumbá, 1901 — Lisboa, 1985)
Mágoas de anto | António Nobre

José Antônio Rezende de Almeida Prado (Santos, 1943 — São Paulo, 2010)
Bem-vinda | José Augusto Leonel Vieira

Manuel Ivo Cruz (Corumbá, 1901 — Lisboa, 1985)
Amor é fogo que arde sem se ver | Luiz Vaz de Camões

 


 

Programa (dia 11)

Em colaboração com o Coral Paulistano Mário de Andrade (Theatro Municipal de São Paulo)

 

repertório a anunciar

Sobre o autor

Edward Ayres d'Abreu

Concluiu o Curso Complementar de Piano no Conservatório Nacional. É licenciado em Composição pela Escola Superior de Música de Lisboa, onde estudou sob orientação de Sérgio Azevedo e de António Pinho Vargas. Durante um ano, em programa Erasmus, frequentou o Conservatório Nacional Superior de Paris (CNSMDP), estudando com Gérard Pesson. É Mestre em Ciências Musicais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e doutorando em Musicologia Histórica enquanto bolseiro da FCT, Fundação para a Ciência e a Tecnologia. É membro fundador e Presidente da Direcção do MPMP, Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa, tendo sido Director da revista 'Glosas' nos seus primeiros quinze números.

Deixe um comentário

O seu endereço de correio electrónico não será publicado.