No dia 1 de Junho — Dia da Criança —, pelas 18h30, na Universidade de Aveiro (Auditório Mestre Hélder Castanheira), será lançado o segundo CD da colecção benjamim. Depois de Charadas da bicharada com música de Sérgio Azevedo, este segundo CD inclui O gato das botas, com música de Vasco Negreiros a partir do conto dos irmãos Grimm. A interpretação é de Jorge Castro Ribeiro (narrador), da Orquetra Filarmonia das Beiras e dos Pequenos Cantores de Coimbra, coro preparado pelo mastro Paulo Bernardino, sob a direcção de Vasco Negreiros. Para o lançamento contaremos com a presença do compositor, da Professora Maria Teresa Cortez, germanista, do Maestro Javier Castro, que participou enquanto supervisor de gravação, e do vice-presidente da editora, Duarte Pereira Martins.

Quando os irmãos Grimm ouviram narrar esta história, terão reconhecido logo que se tratava fundamentalmente daquela que já Charles Perreaults havia recolhido, ainda que com algumas interessantes variantes. Decidiram incluí-la na primeira edição das suas ‘Kinder- und Hausmärchen’, vinda à luz em Dezembro de 1812, pois o que queriam era transmitir de forma tão fiel quanto possível o que lhes chegava, por via oral ou escrita. O esforço destes dois irmãos filólogos é um exemplo de dedicação à cultura popular, sem o qual o imaginário infantil seria certamente mais pobre. Independentemente das centenas de estudos que se têm realizando sobre as recolhas dos irmãos Grimm, facto é que os seus contos (mais de 500 histórias!) estão traduzidos por todo o mundo, assumindo uma universalidade impressionante, que abrange a tradução em cerca de 160 línguas.

O compositor desta obra, Vasco Negreiros, é autor de uma ópera infantil estreada nos Dias da Música do CCB de 2010, compositor premiado precisamente na composição de música para crianças (3.º Prémio no Concurso Internacional de Composição para Coro Infantil de 2009, realizado na Bulgária, sendo que o 2.º não foi atribuído, e autor da obra vencedora no Concurso Ibérico de Música de Cámara con Arpa, em Madrid, 2010).

 

 

A obra O gato das botas integra uma forte componente pedagógica: foi escrita de maneira a poder mostrar detidamente vários naipes e instrumentos da orquestra, através da associações entre personagens e estados psicológicos a determinadas soluções de instrumentação, tomando por modelo o trabalho de Prokofief em O Pedro e o Lobo e de Britten no The Young Person’s Guide to the Orchestra, explorando a técnica dos Leitmotiven.

Este CD, com edição do MPMP, Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa, contou com o apoio da Universidade de Aveiro e da AvA Musical Editions e foi ilustrado por Madalena Matoso / Planeta Tangerina. Já é possível encomendar o CD através de http://mpmp.pt/produto/benjamim2/ .

 

Lançamento no dia 1 de Junho, às 18h30,
na Universidade de Aveiro (Auditório Mestre Hélder Castanheira)

Sobre o autor

Edward Ayres d'Abreu

Concluiu o Curso Complementar de Piano no Conservatório Nacional. É licenciado em Composição pela Escola Superior de Música de Lisboa, onde estudou sob orientação de Sérgio Azevedo e de António Pinho Vargas. Durante um ano, em programa Erasmus, frequentou o Conservatório Nacional Superior de Paris (CNSMDP), estudando com Gérard Pesson. É Mestre em Ciências Musicais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e doutorando em Musicologia Histórica enquanto bolseiro da FCT, Fundação para a Ciência e a Tecnologia. É membro fundador e Presidente da Direcção do MPMP, Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa, tendo sido Director da revista 'Glosas' nos seus primeiros quinze números.

Deixe um comentário

O seu endereço de correio electrónico não será publicado.