O Entre Madeiras Trio, agrupamento que se dedica à interpretação da música contemporânea para trio de flauta, oboé e saxofone, celebra, em 2019, dez anos de existência. Entre as actividades que se prevêem para a comemoração desta primeira década de trabalho em prol da criação portuguesa está o lançamento de um prémio de composição patrocinado pelo grupo.

Nasce, assim, o I Concurso Internacional de Composição Entre Madeiras Trio – Prémio Clotilde Rosa, que pretende também homenagear esta importante compositora e harpista, desaparecida em 2017 e a cuja obra o agrupamento tem vindo a dedicar uma parte substancial do seu trabalho. O prémio, que distinguirá apenas uma obra e poderá distribuir um conjunto limitado de menções honrosas, não tem restrições de nacionalidade ou de idade e contempla obras inéditas e nunca tocadas para trio de sopros (flauta, oboé e saxofone). A data-limite para submissão das partituras ao concurso é o próximo dia 5 de Abril, sendo o prémio entregue num concerto a realizar a 16 de Maio, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

O júri é presidido pelo compositor Sérgio Azevedo, contando ainda com Jorge Machado (Grupo de Música Contemporânea de Lisboa/Conservatório Nacional) e com os próprios membros do Entre Madeiras Trio. O regulamento do concurso pode ser consultado através desta ligação.

Sobre o autor

Avatar photo

Estudou cravo, órgão e música antiga em Lisboa, exercendo intensa actividade, quer a solo, quer com agrupamentos de música antiga e orquestras. Licenciou-se na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde estudou Filologia Clássica e em cujo Centro de Estudos Clássicos é investigador. Prepara actualmente a primeira tradução portuguesa das Cartas de Plínio. Integra a Direcção da revista 'Glosas'.