No passado dia 29 de Dezembro, assistimos a mais um fantástico concerto pela Orquestra Clássica da Madeira, no Teatro Municipal Baltazar Dias, na cidade do Funchal, com a sala totalmente esgotada com residentes e turistas que puderam deliciar-se com as obras de dois compositores franceses: Édouard Lalo (1823-1892) – Sinfonia Espanhola, Op. 21, para violino e orquestra – e Georges Bizet (1838-1875) – L’Arlésienne, suítes números 1 e 2.

Sobre a primeira obra, interpretada pelo violinista Alexander Kagan, de nacionalidade russa, com trinta e um anos de idade e com um currículo vastíssimo, podemos apenas referir que fez uma interpretação com uma incrível perfeição, levando o público a manifestar-se de forma entusiástica com “bravos” e aplausos que trouxeram o solista por várias vezes ao palco. Sobre as suítes de Georges Bizet, ouvimos a orquestra cada vez mais homogénea e com um som especial e muito próprio, fazendo uma excelente interpretação sob a batuta do maestro convidado Luís Andrade, nascido na Madeira e actualmente a residir na Alemanha.

Este jovem e promissor maestro, também com um vasto currículo como violoncelista, regressou à terra que o viu nascer para dirigir a orquestra onde os seus pais formam músicos. No final o público “exigiu” um extra que foi de imediato aceite pelo maestro, dirigindo duas obras de Strauss, como “aperitivo”, para o concerto de ano novo que aconteceu no dia 1 de Janeiro de 2016.

Sem dúvida um concerto memorável que deixará em todos os que o puderam ouvir, muito em especial os turistas, mais uma boa recordação desta Região Autónoma da Madeira que, para além de todas as suas belezas naturais, gastronomia, simpatia do seu povo, tem uma orquestra com uma inegável qualidade, que a coloca a par das melhores orquestra portuguesas.


Luís Andrade, maestro

Luís Andrade nasceu na Ilha da Madeira a 4 de Março de 1979. Proveniente de uma família de músicos, aos quatro anos começou a estudar violino com a sua mãe e, aos sete, violoncelo com o professor Agostinho Henriques no Conservatório de Música da Madeira. Em 1995 foi para Kiev (Ucrânia) estudar violoncelo com V. Tchervov, tendo-se graduado com distinção em 2001. Entre 2000 e 2004 estudou violoncelo com Alexander Petrasch no Conservatório de Maastricht (Holanda), tendo também terminado com distinção. Teve ainda como professores de violoncelo e de música de câmara Alan Weiss, Avi Schoenfeld, Radu Aldulesco, Michael Strauss, Mixail Milman e Fine Art Quartet. Em 2003 Luís Andrade graduou-se em Direcção de Orquestra pela Academia Nacional da Ucrânia P. I. Tchaikovsky tendo estudado com E. Duchenko e, em 2004, pelo Conservatório de Maastricht onde estudou com Jan Stulen. Em Julho de 2010 terminou o Mestrado em Direcção de Orquestra no Conservatório de Maastricht com Enrico Delamboye, tendo dirigido no seu exame final a 3.ª Sinfonia de Brahms com a Limburgs Symfonie Orkest. Como maestro dirigiu a Orquestra de Câmara dos Alunos da Academia Nacional da Ucrânia P. I. Tchaikovsky, Orquestra Sinfónica de Kiev, Promenade Orchestra, “Arka” Sinfonie Orkest, Joseph Hollman Chamber Orchestra, Ensemble Liatochinsky Kiev, a Limburgs Symfonie Orkest e mais recentemente a Netherlands Symphony Orchestra. Desde Agosto de 2010 é membro efectivo da The Netherlands Symphony Orchestra na qualidade de Violoncelista. Em Janeiro de 2013, quando se preparava para um concerto como membro da Orquestra Sinfónica de Holanda, foi chamado nos últimos cinco minutos para substituir o maestro que ficou doente. A sua prestação foi um sucesso, tendo sido convidado para dirigir a mesma orquestra em 2014, 2015 e 2016. Na temporada de 2013-2014 foi convidado a voltar à sua terra natal para realizar três projectos com a Orquestra Clássica da Madeira, sendo novamente convidado para dirigir a Orquestra nas duas temporadas seguintes.


Alexander Kagan, solista

Alexander Kagan nasceu numa família de músicos em Moscovo. Mudou-se para a Alemanha aos cinco anos, onde começou a estudar violino. Em 1995, regressou a Moscovo para dar início aos estudos profissionais na Escola de Música “Gnessin”. Em 1999, graduou-se pelo Colégio Musical do Conservatório de Moscovo e, posteriormente, no Conservatório Estatal Tchaikovsky de Moscovo, com Sergei Kravchenko e Irina Sytina. Depois, estudou com Kolja Blacher em Berlim. Foi premiado no Concurso Internacional Glazunov em Paris, no Concurso Internacional David Oistrakh em Odessa, no Concurso Internacional Assembly, e em Itália no Concurso Internacional de Moscovo e Pinerolo.

A sua actividade recente incluiu actuações com a Orquestra Filarmónica de São Petersburgo, sob a direcção de Alexander Dmitriev, e a Orquestra Filarmónica de Moscovo, sob a direcção de Yuri Simonov, a Orquestra de Câmara “Hermitage”, a Orquestra Filarmónica de Kiev em Odessa, a Orquestra Filarmónica de Saratov, a Orquestra Filarmónica Académica de Nizhni-Novgorod, sob a direcção de Alexander Skullsky, a Norddeutsche Rundfunk Orchestra, os Solistas de Moscovo, sob a direcção de Yuri Bashmet, a Orquestra de Câmara da Georgia, sob a direcção de Ariel Zuckerman, e a Orquestra do Teatro Olímpico, em Vicenza, sob a direcção de Marco Guidarini. O seu repertório inclui os concertos de Beethoven, Brahms, Bruch, Mendelssohn, Lalo, Mozart, Paganini, Prokofiev, Stravinsky, Tchaikovsky, Wieniawski e o Concerto Duplo do compositor Arménio Mansuryan, dedicado aos seus pais Natalia Gutman e Oleg Kagan. Alexander Kagan tem uma profícua actividade em música de câmara e toca em agrupamentos com músicos como Elisso Virsaladze, Vasiliy Lobanov, Pavel Vernikov, Vladimir Mendelsson, Hagai Shaham, Eduard Brunner, Natalia Gutman e Kolja Blacher, com concertos em festivais e em localidades como “December Evenings”, Ars Longa e “Dedication Festival”, em Moscovo, o Kuhmo Chamber Music Festival na Finlândia, o Chamber Music na Mittlefest em Civedale, Itália, Storioni Chamber Music Festival (Eindhoven) e o International Chamber Music Festival, em Lübeck.

Sobre o autor

Avatar photo

Carlos Alberto Meneses Gonçalves é Doutor em Ciências do Trabalho pela Universidade de Cádiz (Espanha), onde recebeu o Diploma de Estudos Avançados na área científica de Psicologia Social. É licenciado em Administração e Gestão Escolar e diplomado com o Curso Superior de Música (Piano e Canto). Foi professor em diversas instituições, incluindo o Conservatório de Música da Madeira, a Universidade da Madeira, o Instituto Superior de Ciências Educativas e o Instituto Politécnico de Setúbal. É investigador integrado do CIPEM (Centro de Investigação em Psicologia da Música e Educação Musical), no Instituto Politécnico do Porto, e do INET-md (Instituto de Etnomusicologia - Estudos de Música e Dança (FSCH/Universidade Nova de Lisboa). É Director de Serviços de Educação Artística e Multimédia da Secretaria Regional da Educação e Recursos Humanos do Governo Regional da Madeira.