Será apresentado na Biblioteca Nacional de Portugal o quinto volume da colecção discográfica mpmp / ua, desenvolvida pelo MPMP, Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa, e pela Universidade de Aveiro. O evento, de entrada livre, realiza-se no dia 8 de Novembro às 18h00.

Neste número, editado com o apoio da Societat Musical Lira Castellonera, o violinista Nuno Soares e o pianista Youri Popov redescobrem obras até agora esquecidas do violinista virtuoso Francisco Benetó, nascido em Villanueva de Castellón, Espanha, em 1877, e estabelecido em Lisboa em 1901, depois de terminar os seus estudos no Conservatório de Paris, cidade onde iniciou uma brilhante carreira.

Em Portugal, Benetó foi primeiro violino da Sociedade de Música de Câmara, desde 1901 até à sua extinção, e concertino das orquestras de Michel’angelo Lambertini (Grande Orquestra Portuguesa), David de Souza (Orquestra Portuguesa), Vianna da Motta (Orquestra Sinfónica de Lisboa) e Ivo Cruz (Orquestra Filarmónica de Lisboa). Foi ainda responsável pela introdução de obras de referência do repertório violinístico em Portugal, destacando-se, entre estas, a estreia da Sonata n.º 1 e do Concerto para violino e orquestra de Luiz de Freitas Branco. Faleceu em Lisboa em 1945, deixando uma vasta obra para violino que inclui peças originais para violino e piano, transcrições para violino e piano e para violino e orquestra de arcos, seis caprichos para violino e uma peça para violeta e piano.

As obras reunidas neste disco representam a totalidade das peças para violino e piano de sua autoria encontradas até à data e consistem essencialmente num conjunto de peças de salão de elevado grau de virtuosismo. Em algumas destas obras, Benetó inspirou-se na música tradicional espanhola e portuguesa.

Sobre o autor

Edward Ayres d'Abreu

Concluiu o Curso Complementar de Piano no Conservatório Nacional. É licenciado em Composição pela Escola Superior de Música de Lisboa, onde estudou sob orientação de Sérgio Azevedo e de António Pinho Vargas. Durante um ano, em programa Erasmus, frequentou o Conservatório Nacional Superior de Paris (CNSMDP), estudando com Gérard Pesson. É Mestre em Ciências Musicais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e doutorando em Musicologia Histórica enquanto bolseiro da FCT, Fundação para a Ciência e a Tecnologia. É membro fundador e Presidente da Direcção do MPMP, Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa, tendo sido Director da revista 'Glosas' nos seus primeiros quinze números.

Deixe um comentário

O seu endereço de correio electrónico não será publicado.