Amanhã inicia-se o IV Symposium on the Paradigms of Teaching Musical instruments in the 21st Century, prolongando-se até ao próximo Sábado. Este simpósio irá realizar-se no auditório do Colégio Mateus de Aranda, Escola de Artes da Universidade de Évora, e conta com investigadores nacionais e estrangeiros que debaterão as várias vertentes do ensino do instrumento musical não só através de uma perspectiva histórica mas também sobre os desafios e problemáticas com que os modelos herdados e actuais se deparam na actualidade e no futuro.

Será keynote speaker deste simpósio a professora Pamela Burnard, docente na Universidade de Cambridge, que tem vindo a desenvolver uma dinâmica actividade de investigação nas áreas da criatividade na música, artes, culturas, educação e indústria; artes digitais e prática nos media; tecnologia, na internet e desenvolvimento de aplicações assim como nas metodologias utilizadas nas artes.

Com a coordenação de Eduardo Lopes, docente no Departamento de Música, o simpósio é organizado pelo CESEM – Pólo Universidade de Évora / Universidade de Évora com o apoio do Instituto de Investigação e Formação Avançada e da Delta Cafés.

Sobre o autor

Luís Henriques

Musicólogo açoriano, doutorando na Universidade de Évora, é mestre em Ciências Musicais (FCSH NOVA) e licenciado em Música (UÉvora). É investigador em formação no CESEM e membro do MPMP. Catalogou o arquivo musical da Sé de Angra, foi bolseiro no projeto ORFEUS e também investigador no projeto PASEV. Fundou e dirigiu o Ensemble da Sé de Angra e também o Ensemble Eborensis, com concertos nas ilhas dos Açores, Continente português e França. Os seus interesses de investigação centram-se na polifonia portuguesa seiscentista, especialmente no Alentejo, e a música nos Açores do século XV ao final do XIX.

Deixe um comentário

O seu endereço de correio electrónico não será publicado.