A sexta edição do Simpósio de Musicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), organizada pelo Programa de Pós-graduação em Música, decorre de 10 a 15 de Agosto de 2015, em colaboração com o Colóquio Internacional do Instituto Ibero-Americano de Berlim, com a Universidade das Artes de Berlim, bem como com a Academia Brasileira de Música, que cede o espaço para a realização do programa do simpósio.

“Trânsitos Culturais: Música entre América Latina e Europa” será o tema deste ano, incluindo não só comunicações relacionadas com a música erudita latino-americana de 1945 a 1970, tema do colóquio do Instituto Ibero-Americano de Berlim e da Universidade das Artes de Berlim, mas possibilitando pontos de vista abrangentes nas cerca de cinquenta propostas recebidas pela organização. Fazem parte da comissão organizadora André Cardoso (UFRJ), Ulrike Mühlschlegel (IAI, Berlim), Maria Alice Volpe (UFRJ), Marcos Nogueira (UFRJ), Pauxy Gentil-Nunes (UFRJ), Pedro Bittencourt (UFRJ), António Augusto (UFRJ) e Mário Alexandre Dantas Barbosa (UFRJ), e da comissão científica Maria Alice Volpe, Dörte Schmidt (UdK), Omar Corrado (Universidade de Buenos Aires), Christina Richter-Ibañez (Universidade de Tübingen), Daniela Fugellie (UdK), Marcos Nogueira (UFRJ) e Ilza Nogueira (Universidade Federal da Paraíba).

Permitindo o contacto dos alunos de Musicologia com as linhas de investigação desenvolvidas quer dentro, quer fora do Brasil, e possibilitando parcerias com instituições e a formação de grupos de investigação para desenvolvimento de projectos científicos, o encontro conta com a participação de conferencistas de relevo internacional. Este ano, estão confirmadas as presenças de Dörte Schmidt, Omar Corrado, Christina Richter-Ibañez, Ulrike Mühlschlegel e Paulo Ferreira de Castro (CESEM / Universidade Nova de Lisboa), bem como de Matthias Pasdzierry (UdK), Daniela Fugellie, Harm Langenkamp (Universidade de Utrech), Eduardo Herrera (Rutgers, Universidade Estadual de New Jersey), Mariana Portas de Freitas (Fundação Calouste Gulbenkian), Edward Luiz Ayres d’Abreu (CESEM / UNL), Flávio Silva (FUNARTE), Rodolfo Coelho de Souza (Universidade de São Paulo) e Alessandra Vanucci (Escola de Comunicação da UFRJ).

No Salão Leopoldo Miguez, haverá, todos os fins de tarde, concertos integrados na programação, que pode ser consultada aqui.

Sobre o autor

Avatar photo

Isabel Pina é doutoranda e bolseira de doutoramento em Ciências Musicais Históricas na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, interessando-se principalmente pelo estudo da história da música em Portugal nos séculos XIX e XX, música e ideologia, nacionalismo, análise e semiótica musical, e imprensa e crítica musical. Concluiu o mestrado em Ciências Musicais tendo apresentado a dissertação “Neoclassicismo, nacionalismo e latinidade em Luís de Freitas Branco, entre as décadas de 1910 e 1930”. É actualmente voluntária na Biblioteca Nacional de Portugal, tendo estagiado no Museu da Música. Enquanto colaboradora do Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM), é membro do Grupo de Teoria Crítica e Comunicação, do SociMus (Grupo de Estudos Avançados em Sociologia da Música), e co-fundadora do Núcleo de Estudos em Música da Imprensa.

Deixe um comentário

O seu endereço de correio electrónico não será publicado.