Na sequência da chegada a Portugal de cerca de duzentos e setenta refugiados afegãos ligados à ANIM, Afghan National Institute of Music, a Escola Artística de Música do Conservatório Nacional (EAMCN) irá acolher, por indicação recente da Direcção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, setenta alunos de música.

 

 

No passado dia 21 de Fevereiro, nas suas instalações provisórias na Escola Secundária Marquês de Pombal, a EAMCN celebrou esta iniciativa com uma calorosa cerimónia de acolhimento. O “menu” de boas-vindas incluiu música, actividades lúdicas, troca de presentes e um piquenique partilhado. Todos os alunos foram dispensados das aulas para poder participar neste evento que, segundo a direcção da EAMCN, se revelou uma “experiência muito enriquecedora, que nos trouxe memórias para toda a vida”.

Em Portugal desde Outubro passado, as setenta crianças afegãs, com idades entre os doze e os dezassete anos, estudavam música em paralelo com a formação geral no seu país de origem. Aqui, vão poder estudar as disciplinas do currículo geral na Escola Secundária Marquês de Pombal e música na EAMCN. Entre os instrumentos que os alunos tocam encontram-se o violino, o violoncelo, a violeta, a flauta, o oboé, o clarinete, o trompete, o saxofone, a guitarra e o piano.

Neste momento, no que concerne à parte musical, os alunos estão a ser distribuídos pelas classes dos vários instrumentos e começarão as aulas em breve.

 

Sobre o autor

Philippe Marques

Natural de Lausanne, é pianista e professor de piano com estudos no Conservatório Nacional e na Escola Superior de Música de Lisboa. Em 2014 obteve o grau de Mestre na mesma instituição sob orientação do professor Miguel Henriques. Actua regularmente em algumas das mais importantes salas do país e em colaboração com diversas orquestras e agrupamentos. Da sua discografia, dedicada exclusivamente à música de autores portugueses, destaca-se a gravação da integral das sonatas para piano de João Domingos Bomtempo. Lecciona na Escola Artística de Música do Conservatório Nacional e na Escola Profissional Metropolitana.

Deixe um comentário

O seu endereço de correio electrónico não será publicado.