O Ludovice Ensemble, em colaboração com a Associação Musical Pro-Organo (AMPO) apresentam em Aveiro a primeira edição de um curso e festival internacional de Verão, a Academia Ludovice Ensemble. O evento realiza-se entre 19 a 25 de Julho de 2021 e é dedicado ao ensino, aprofundamento e divulgação de práticas históricas interpretativas das artes performativas nos campos da música, dança e teatro do período barroco. Haverá também concertos, conversas e visitas a órgãos e monumentos históricos.

O curso destina-se a três tipos de público: profissionais da música, dança e teatro;  alunos do ensino superior; jovens estudantes dos conservatórios e restante ensino artístico (entre os 13 e os 17 anos) através da Academia Júnior.

O público em geral é bem-vindo, na qualidade de assistente ou de ouvinte participativo.

As pré-inscrições encontram-se abertas, e encerram a 31 de Maio.


Direcção pedagógica e artística: Fernando Miguel Jalôto

Direcção executiva: Ricardo Toste

Tema: G. Ph. Telemann, Der getreue Music-Meister [O fiel mestre de música]


Corpo docente / Artistas:

MÚSICA

Orlanda Velez Isidro — Canto

Joana Amorim – Traverso e flauta de bisel

Pedro Lopes e Castro — Oboé barroco e flauta de bisel

Pieter Affourtit — Violino e violeta barrocos

Sofia Diniz — Viola da gamba

Diana Vinagre — Violoncelo barroco

Marta Vicente — Contrabaixo barroco e violone

Fernando Miguel Jalôto — Instrumentos históricos de teclado; baixo contínuo

Vasco Negreiros — Conjuntos vocais, direcção e coro

DANÇA e TEATRO

Jean-Denis Monory — Teatro, declamação e gestualidade barrocos

Catarina Costa e Silva — Dança barroca

ACADEMIA JÚNIOR

(Introdução aos instrumentos de cordas barrocos e práticas de conjunto de música barroca para alunos de instrumento moderno dos 13 aos 17 anos)

César Nogueira — Coordenação

Flávia Castro — Baixo contínuo e acompanhamento


Mais informações: https://academia-ludovice-ensemble.webnode.pt/

Sobre o autor

Avatar photo

Diplomada pela Universidade de São Paulo, onde se licenciou em História, concluindo o mestrado e o doutoramento em Arqueologia e integrando o LARP, Laboratório de Arqueologia Romana Provincial, enquanto Supervisora de Programas e Pesquisas. Foi docente de História da Arte em diversas instituições universitárias e no MASP, Museu de Arte de São Paulo. Realizou o estágio doutoral no Collège de France, Paris, especializando-se depois em Gestão Cultural no SENAC, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, e concluindo o mestrado em Empreendedorismo e Estudos da Cultura — Património no ISCTE, Lisboa, tendo neste âmbito sido distinguida com um Prémio de Excelência Académica.