Prossegue no próximo dia 14 de Março às 17h o ciclo Conversas com Compositores Portugueses Contemporâneos, organizado pelo Atelier de Composição. Isabel Soveral é a convidada da nona sessão.

A livraria Gato Vadio, na Rua do Rosário, 281, Porto, serve de ponto de encontro para estas Conversas. Trata-se de um ciclo de debate em torno das obras e do trabalho do compositor convidado. A próxima sessão recebe Isabel Soveral à conversa com o também compositor Jaime Reis (que foi o convidado da sessão anterior).

Isabel Soveral, compositora nascida em 1961, possui uma carreira relevante de apresentação da sua obra em concerto e participação em diversos festivais nacionais e internacionais. Editou em CD várias composições: Opium I e II para clarinete solo, in Música Portuguesa Contemporânea, Portugalsom e Strauss, 1995; Quadramorphosis para quatro percussionistas e fita magnética; Opium II para clarinete solo, in Três Compositoras Portuguesas, EMI Classics, 1995; Momento I, para piano solo, Sociedade de Música Contemporânea de Barcelona, 1995; Anamorphoses III, Musicoteca, Lisboa, 1996; Anamorphoses VI (versão sem electrónica), in In Memorian Jorge Peixinho, Editora Nova Música; Inscriptions sur une peinture, Heart, Editora Capella, 2001; Mémoires d’Automne / Quadro II, in Nova Música par Flauta, Editora Numérica, 2001. Foi aluna de Joly Braga Santos e Jorge Peixinho no Conservatório Nacional e é, desde 1995, professora de Composição no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro.

O ciclo Conversas com Compositores Portugueses Contemporâneos começou a 29 de Março de 2014 com Rui Penha e, desde então, uma vez por mês, tem vindo a dar a conhecer o trabalho, interesses e motivações de compositores portugueses em actividade. Já se sentaram à conversa Miguel Azguime, Luís Antunes Pena, António Sousa Dias, Álvaro Salazar, António Chagas Rosa, Virgílio Melo e Jaime Reis. Mais informação sobre este ciclo pode ser consultada aqui.

O Atelier de Composição é uma associação cultural dedicada à divulgação e promoção da música portuguesa contemporânea em actividade desde 2001. Tem procedido à publicação de algumas partituras e do conjunto de monografias Compositores Portugueses Contemporâneos, no âmbito do qual foram já editados estudos sobre a obra de Cândido Lima, João Pedro Oliveira e Álvaro Salazar. Estará para sair este ano o volume dedicado a Filipe Pires e estão em preparação volumes sobre Luís Antunes Pena, Clotilde Rosa e António de Sousa Dias. Promove também concertos, conferências e exposições. As actividades do Atelier de Composição e mais detalhes sobre o seu programa, edições e historial pode ser consultado aqui.

Sobre o autor

Avatar photo

Mariana Calado encontra-se a realizar o Doutoramento em Ciências Musicais Históricas focando o projecto de investigação no estudo de aspectos dos discursos e das sociabilidades que caracterizam a crítica musical da imprensa periódica de Lisboa entre os finais da I República e o estabelecimento do Estado Novo (1919-1945). Terminou o Mestrado em Musicologia na FCSH/NOVA em 2011 com a apresentação da dissertação "Francine Benoît e a cultura musical em Portugal: estudo das críticas e crónicas publicadas entre 1920's e 1950". É membro do SociMus – Grupo de Estudos Avançados em Sociologia da Música, NEGEM – Núcleo de Estudos em Género e Música e do NEMI – Núcleo de Estudos em Música na Imprensa, do CESEM. É bolseira de Doutoramento da FCT.