Durante os dias 7, 8 e 9 de Junho, a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa acolheu cerca de uma centena de investigadores nacionais e internacionais para debater questões relacionadas com música e mobilidade humana. Num contexto onde a mobilidade humana, voluntária e forçada, é fenómeno social cada vez mais presente, esta conferência proporcionou um espaço privilegiado para o cruzamento de diversas abordagens. Durante três dias, as várias comunicações contribuíram para o debate académico dedicado a temas como “Aprendizagem em contexto intercultural”, “Estratégias mediáticas”, “Dança e representaçã”, “Consumo”, “Encontros interculturais”, “Diáspora africana”, “Tecnologia”, “Identidades”, “Influência da Web”, entre outros. A ICMHM’16 contou ainda com painéis e mesas redondas dedicadas ao Korá, à Lusofonia, à Nacionalidade, à Crioulidade e Interculturalidade e ao Jazz em Portugal protagonizadas não só por académicos especialistas como por agentes culturais no terreno.

Esta conferência contou com keynote speakers de renome internacional: Michael Fuhr (Hanover University of Music, Drama and Media, Alemanha), que abriu a conferência com uma comunicação sobre música e produção transnacional a partir da Coreia do Sul; e John Baily (Glodsmiths, University of London, Reino Unido) que falou no Auditório Conde Ferreira em Sesimbra sobre a prática musical na diáspora islâmica Afegã.

Sessão de Abertura da Conferências Musica e Mobilidade Humana, dia 7 de Junho de 2016, Auditório 1, FCSH/NOVA, com(da esq. para a dir.) Adrian Lesenciuc (Chair), Maria de São José Côrte-Real (Chair), Francisco Caramelo (Director FCSH/NOVA), Salwa Castelo-Branco (Presidente INET-md), Maria de São José Côrte-Real (Chair), Leonor Azêdo e Bart Vanspauwen (Apresentadores, INET-md)

 

A organização da conferência, integrada na série “Redefinindo Comunidade em Contexto Intercultural” (Brasov, Roménia), esteve a cargo do Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança (FCSH/NOVA) e da Academia da Força Aérea Henri Coanda da Roménia, em Brasov, Roménia, tendo como chairs Maria de São José Côrte-Real (INET-md, FCSH/NOVA) e Adrian Lesenciuc (Academia da Força Aérea Henri Coanda, Brasov, Roménia). Durante estes três dias, a FCSH recebeu investigadores de dezasseis países distintos como a Roménia, Sérvia, Itália, Malásia, México, Kuwait, entre outros.

A ICMHM’16 não se confinou aos muros da FCSH e, na primeira noite, foi recebida no Templo Hindu de Lisboa onde os participantes puderam assistir ao momento de oração e à apresentação musical de Mostafa Anwar (Voz/Harmonium) e Paulo Sousa (Sarengi) e de Verónica Doubleday e John Baily, assim como à dança indiana com Lajja Sambhavnath. A tarde do segundo dia foi passada na Vila de Sesimbra, com a comunicação do Keynote speaker, John Baily, e uma visita guiada a diversos locais históricos da Vila.

E como a teoria e prática se complementam, durante estes três dias as salas e o pátio da FCSH foram também espaço para workshops de canto sufi clássico e semi-clássico acompanhado com Mostafa Anwar (NOVA/Bangladesh); de canções domésticas de mulheres muçulmanas com Verónica Doubleday (Investigadora e Artista Independente); “Singing one’s own research” com Judith Cohen (York University, Canadá); de jazz e expressão corporal com Kátia Leonardo (Artista Independente) e José Dias (FCSH/NOVA); e de Klezmer Ashkenazi com Giordano Calvi (FCSH/NOVA), Claudio Cosi, Giulio Giani (Univ. de Pavia, Itália) e Emanuele Giarrusso (Univ. de Cremona). A conferência terminou com a apresentação do trabalho realizado durante os workshops num concerto realizado no espaço de convívio da Faculdade.

Esta foi uma excelente oportunidade para uma profícua troca de conhecimentos e para o convívio entre académicos experientes, investigadores, agentes culturais e estudantes dos diversos níveis académicos, partilhando experiências e perspectivas distintas.

 

Visita à Vila de Sesimbra, dia 8 de Junho de 2016

Sobre o autor

Avatar photo

Doutoranda em Etnomusicologia na FCSH-NOVA com um projecto financiado pela FCT para o estudo do Festival RTP da Canção e do seu papel na produção musical em Portugal. É licenciada em Ciências Musicais e Mestre em Etnomusicologia pela mesma instituição, com uma dissertação dedicada ao programa televisivo Zip-Zip (RTP, 1969). É investigadora do INET-md desde 2008. Leccionou História da Música, Formação Musical e Classes de Conjunto nos Conservatórios de Ourém, Fátima, Sines e Tomar e estudou clarinete na SFGP (Tomar). O seu interesse académico é centrado na relação Música-Televisão, mas interessa-se igualmente pelo universo das Bandas Filarmónicas em Portugal.

Uma resposta

  1. K.M.Mostafa Anwar

    It is really a very brief but informative write up worth reading. Congratulations to everyone associated with ICMHOM’16 for the success! Thanks a lot, dear Sofia Lopes, for this very nice note.