Foi no passado dia 10 de Outubro, no Teatro Cinema de Fafe, que os guitarristas Luís Miguel Leite e José Teixeira estrearam o seu novo álbum Música Contemporânea Portuguesa para Guitarra, com o apoio da Antena 2 e do Centro de Investigação e Informação da Música Portuguesa (MIC). Esta apresentação contou ainda com a presença dos compositores Fernando Lapa, Sérgio Azevedo, Hugo Vasco Reis e Ricardo Barceló (director do Departamento de Música da Universidade do Minho).

Trata-se do produto de um esforço colectivo para não só valorizar a música contemporânea portuguesa escrita para guitarra mas também para procurar novas técnicas instrumentais e inovar as já existentes, recorrendo ao diálogo constante entre compositores e intérpretes. Assim, o álbum vem aumentar o número de interpretações de referência da música contemporânea portuguesa, permitindo ao público conhecer dois intérpretes que, actualmente, dedicam grande parte do seu tempo e conhecimento à sua divulgação e à partilha do processo criativo de novas obras.

O projecto nasce de anteriores concertos por todo o país e de várias estreias de obras editadas no álbum, pelos dois guitarristas, aplaudidos e muito valorizados tanto pelos artistas que com eles trabalham, como pelo público e organizações ligadas à promoção da música contemporânea portuguesa.

Esta crescente valorização do património de criação contemporânea do século XXI, agora ainda mais fomentada pelos músicos Luís Miguel Leite e José Teixeira, visa incentivar a formação de públicos e de intérpretes deste período, fomentar a compreensão, sem preconceitos, da arte contemporânea e incentivar o diálogo multidisciplinar.

 

 

Além desta apresentação e da promessa de futuros recitais, este álbum foi registado em CD físico e digital. Foram vários os artistas envolvidos no processo, entre os quais o reconhecido compositor e músico Hugo Vasco Reis, encarregue da captação áudio e mistura; um dos melhores engenheiros de som em Portugal, António Manuel Pinheiro da Silva, encarregue da masterização; Mariana Santiago, encarregue de toda a vertente multimédia e audiovisual; e Inês Durão, encarregue do design do CD. Para além destes artistas, o álbum contou ainda com o apoio da Antena 2 e da Rádio Vizela para a divulgação radiofónica; do já referido MIC e, ainda, do Município de Fafe.

Música Contemporânea Portuguesa para Guitarra é um projecto original e necessário, e junta repertório português raramente interpretado e editado, potencializando e divulgando o trabalho de compositores como Tiago Cutileiro, António Pinho Vargas, Sérgio Azevedo, Vítor Rua, Fernando Lapa, Paulo Ferreira-Lopes, Victor Castro, José Mesquita Lopes, Hugo Vasco Reis, Carlos Gutkin e Ricardo Barceló.

Luís Miguel Leite e José Teixeira tornam-se, assim, dois embaixadores, com um papel bastante relevante e da maior importância para a descentralização da interpretação deste universo musical, normalmente programado apenas nos grandes centros culturais do Porto e de Lisboa.

Sobre o autor

Avatar photo

Nasceu em 1998. Estudou nos Conservatórios de Música da Maia e do Porto. Desenvolveu também um grande gosto pela literatura e pela escrita, publicando o seu primeiro livro, 'O Segredo do Terraço', em 2014, e também vários poemas em diversas antologias. Em 2016, ingressou na Licenciatura em Música da Universidade de Aveiro, na classe do professor João Bettencourt da Câmara. Desenvolveu actividade como intérprete na área da música de câmara, bem como projectos de gestão, tendo estagiado como Produtora Artística no Teatro Municipal de Faro, em 2019. Em 2020 ingressou no Mestrado em Estudos e Gestão da Cultura, no ISCTE-IUL, onde se encontra actualmente. Em 2021, desempenhou funções de produtora artística da Yellow Star Company, produtora portuguesa de teatro; e em 2022 torna-se produtora executiva da Temporada Darcos.