O Departamento de Música da Escola de Artes da Universidade de Évora faz acontecer, nos próximos dias 5, 6 e 7 de Novembro, o flautUEncontro.

Este encontro de investigação destina-se a alunos de flauta dos vários níveis de aprendizagem: ensino básico, secundário e superior – licenciatura, mestrado e doutoramento. A organização e coordenação geral está a cargo da Professora Monika Streitová, Rita Faleiro, André Cameira e da Classe de Flauta Transversal da Universidade de Évora. O evento conta com diversos apoios por parte da Universidade de Évora, como o CESEM-Universidade de Évora, a Escola de Artes e Associação Académica.

O programa inclui palestras, workshops, masterclasses e concertos ao longo dos três dias. Os participantes poderão trabalhar individualmente e em grupo ao longo destas actividades com Professores internacionalmente reconhecidos como Jorge Caryevschi, flautista, professor, investigador e maestro  argentino residente na Holanda (que nos trará, além das masterclasses previstas, um olhar refrescante sobre a Sonata para Flauta e Piano de Poulenc), Jorge Salgado Correia, flautista, professor, investigador e director do programa doutoral na Universidade de Aveiro (que apresentará uma palestra e um workshop de tango), a flautista checa, professora e especialista em improvisação Lenka Kozderková (que fará uma palestra e workshop sobre improvisação e partituras gráficas), ou ainda Liliana Bizineche (mezzo-soprano com uma carreira internacional, Professora da Universidade de Évora, que falará sobre o importante papel do canto na aprendizagem instrumental). Kodo Yamagishi, maestro japonês residente em Portugal e Peter Valentovic, maestro eslovaco residente na China, estarão responsáveis por um debate intitulado “A flauta como protagonista no repertório sinfónico, os excertos com solo de flauta e um mini-concerto a 4 mãos”; no último dia, o maestro e compositor francês residente em Portugal, aluno de D. Milhaud e O. Messiaen, Jean Sébastien Béreau apresentará a sua obra para flauta. Já no que diz respeito ao acompanhamento ao piano, o pianista convidado deste ano é Lucas Vital, pianista brasileiro e aluno de Mestrado em Interpretação na Universidade de Évora.

Ao longo dos dias 5 e 6, vai estar à disposição dos participantes Alphonsos Silveira, clarinetista e luthier de flautas  brasileiro para fazer check-up aos instrumentos e partilhar os conselhos sobre os cuidados do instrumento.

À semelhança de edições dos festivais Flautué, e conscientes de que a componente de investigação é base fundamental para uma mais sólida formação do intérprete e do professor de instrumento, o flautUEncontro, encontro de investigação em flauta transversal, terá o foco em momentos de comunicações científicas por parte de mestrandos e doutorandos da universidade (pois no Departamento de Música da Escola de Artes da Universidade de Évora existe uma grande aposta na questão da formação de segundo e terceiro ciclos, existindo Mestrado em Ensino e Doutoramento em Interpretação), os quais darão a conhecer aspectos muito específicos dos seus trabalhos, naquele que se pretende ser um momento de partilha cultural e troca de ideias num encontro direccionado a investigadores, professores e estudantes de flauta transversal.

Existirão alguns momentos de actividades culturais abertas ao público em geral; destaque-se, na terça-feira dia 5 de Novembro, no âmbito das já conhecidas Terças Musicais, quando se ouvirá um concerto comentado de André Cameira, acompanhado do Artonus Ensemble. No dia 6 de Novembro, entre as 11h00 e as 12h30, os alunos de Composição da Universidade trar-nos-ão um momento intitulado “Made in Évora”, onde serão apresentadas as suas obras para flauta. No mesmo dia, existirão ainda dois concertos: um deles ligado à questão da Improvisação sobre Partituras Gráficas, pelas 19h30, e um segundo concerto, também comentado, que nos apresentará o Duo Anci (flauta e guitarra) e uma intervenção a solo de Ana Lucas, pelas 21h00. No último dia do evento, pelas 19h30, poder-se-á ouvir o concerto final, da responsabilidade dos participantes e da Classe de Flauta da Universidade de Évora, altura em que, entre outras obras, se poderão ouvir os 6 Estudos Tanguísticos, de Astor Piazzolla. Todos os concertos decorrerão no Departamento de Música da Universidade de Évora.


Mais informações podem ser encontradas na página de facebook deste evento, que se encontra já na quinta edição, embora com um nome diferente.

Sobre o autor

Avatar photo

Rita Faleiro é doutoranda em Musicologia na Universidade de Évora, Mestre em Ensino da Música (Piano) pelo ISEIT - Almada e Licenciada em Piano e Arqueologia pela Universidade de Évora. Trabalhou como professora de Piano em diversas instituições e organizou diversas Masterclasses, tendo participado igualmente em múltiplas edições das Jornadas “Escola de Música da Sé de Évora”. Actualmente o seu trabalho académico centra-se na investigação de música sacra portuguesa, nomeadamente os salmos concertados da segunda metade do séc. XVIII dos compositores eborenses.