Será hoje lançada, no dia em que completaria 110 anos de vida, a fotobiografia de Helena Sá e Costa, uma das mais importantes pianistas portuguesas do último século. O volume, editado pelas Edições Afrontamento, é coordenado por Helena Costa Araújo e Henrique Luís Gomes de Araújo, seus sobrinhos, e será apresentado por Salwa Castelo-Branco no Teatro Helena Sá e Costa, no Porto, pelas 18h.

A sessão será complementada por um pequeno recital por três discípulos de Helena Sá e Costa: Sofia Lourenço apresentará um prelúdio de Debussy, “Ce qu’a vu le vent d’Ouest”; Eileen Huang interpretará uma obra chinesa e um estudo de Chopin; por fim, Artur Pereira lembrará também a música de Luiz Costa, pai da pianista homenageada, com algumas pequenas peças do ciclo Telas Campesinas do compositor barcelense.

O legado artístico e pedagógico de Helena Sá e Costa dá lugar a várias celebrações anuais, de que destacamos a habitual “Maratona de Teclistas” promovida pela Casa da Música, que decorreu no último fim-de-semana. A importância da pianista portuense na construção do piano português contemporâneo, facto dado como indesmentível, justificará igualmente a apresentação desta recente fotobiografia em Lisboa, na Fundação Calouste Gulbenkian, no dia 22 de Junho, pelas 18h.

Créditos foto: Leonel de Castro/ Global Imagens

Sobre o autor

Avatar photo

Licenciado em piano pela Escola Superior de Música de Lisboa, na classe de Jorge Moyano, concluiu o Conservatório Nacional com a classificação máxima, tendo aí estudado com Hélder Entrudo e Carla Seixas. Premiado em diversos concursos, apresenta-se em concerto em variadas formações. Estreia regularmente obras de compositores contemporâneos. Gravou para a RTP/Antena 2, TV Brasil e MPMP: editou, em 2020, o CD “La fièvre du temps” em duo com Philippe Marques. É membro fundador do MPMP Património Musical Vivo, dirigindo temporadas e coordenando inúmeras gravações. Termina, actualmente, o mestrado em Empreendedorismo e Estudos da Cultura do ISCTE. Foi director executivo da GLOSAS entre 2017 e 2020.