No próximo Sábado, 2 de Dezembro, às 15h30, será apresentado o livro Júlia d’Almendra e o Movimento Organístico em Portugal, da autoria de Domingos Peixoto. A sessão de apresentação terá lugar na Igreja de Santa Catarina – Convento dos Paulistas, na Calçada do Combro, em Lisboa, e será conduzida por Idalete Giga, coordenadora do volume (que contou ainda com o apoio na coordenação dos textos e recolha iconográfica de Maria Rosa) e directora do Centro Ward de Lisboa, que, em 1988, tomou também o nome de Júlia d’Almendra (1904-1992).

A personalidade homenageada nesta obra é a grande responsável pela reintrodução do Canto Gregoriano em Portugal, no séc. XX, através do seu contacto com a musicóloga francesa Solange Corbin. Júlia d’Almendra, que começara uma carreira como violinista, viria a criar o Centro de Estudos Gregorianos – hoje Instituto Gregoriano de Lisboa – e a proporcionar, assim, estudos efectivos de Canto Gregoriano, Música Sacra e Órgão a numerosas gerações de alunos.

Júlia d’Almendra e o Movimento Organístico em Portugal é uma das obras mais recentes de Domingos Peixoto, organista, investigador e professor, que até à sua recente aposentação leccionou a cadeira de Órgão na Universidade de Aveiro e se tem dedicado ao estudo do património organístico em Portugal e à história da redescoberta deste património no século XX. Chamamos ainda a atenção para um livro igualmente recente, cujo lançamento ocorreu no Conservatório Nacional, em Lisboa, a 22 de Novembro último, e que se relaciona directamente com o objecto do título em epígrafe: Apontamento sobre o Curso de Órgão do Conservatório Nacional. Da Criação à Experiência Pedagógica (Aveiro, 2017). Estas duas obras, em que muita da investigação do A. em anos anteriores está reunida e posta à disposição do público, são um contributo seguro e precioso para o conhecimento do início da prática organística em Portugal nos nossos tempos.


Para assistir ao evento, de entrada livre, deverá ser feita a reserva para este endereço de correio electrónico.

Todas as actualizações relativas às actividades do Centro Ward de Lisboa – Júlia d’Almendra podem ser consultadas através desta ligação.

Sobre o autor

Avatar photo

Estudou cravo, órgão e música antiga em Lisboa, exercendo intensa actividade, quer a solo, quer com agrupamentos de música antiga e orquestras. Licenciou-se na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde estudou Filologia Clássica e em cujo Centro de Estudos Clássicos é investigador. Prepara actualmente a primeira tradução portuguesa das Cartas de Plínio. Integra a Direcção da revista 'Glosas'.