O Drumming – Grupo de Percussão apresenta-se sob a direcção de Miquel Bernat num concerto sob o título Mares, que terá lugar hoje, 3 de Fevereiro, às 21h30, no Teatro do Campo Alegre, no Porto.

Este espectáculo, apresentado como uma viagem sonora pelos universos de vários compositores em torno do Mar, tem como ponto de partida o CD Mares – António Chagas Rosa, integralmente dedicado à obra para percussão do compositor, editado em 2016 pelo MPMP, Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa e escolha n.º 1 da revista Ípsilon do Público entre os discos editados no ano passado em Portugal.

No programa do concerto, além de duas das obras de Chagas Rosa gravadas em Mares (Yemaya’s Song e a peça que dá o título ao programa), ouviremos obras de José Manuel López López (Haikus del Mar), Viet Cuong (Water, Wine, Brandy, Brine), Isabel Soveral (O Dragão Watatsum) e Fernando Villanueva (Sea Miniature: Interlúdio Electrónico).

O grupo de percussão Drumming, fundado no Porto em 1999, é constituído por Miquel Bernat, Rui Rodrigues, João Tiago Dias, Pedro Oliveira, Saulo Giovannini e João Miguel Braga Simões. A sonorização do espectáculo estará a cargo de Süse Ribeiro, com o desenho de luz de Emanuel Pereira e o vídeo ao cuidado de Miguel C. Tavares.


Mais informações sobre Drumming aqui.

Sobre o autor

Avatar photo

Estudou cravo, órgão e música antiga em Lisboa, exercendo intensa actividade, quer a solo, quer com agrupamentos de música antiga e orquestras. Licenciou-se na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde estudou Filologia Clássica e em cujo Centro de Estudos Clássicos é investigador. Prepara actualmente a primeira tradução portuguesa das Cartas de Plínio. Integra a Direcção da revista 'Glosas'.