No âmbito da primeira Temporada de masterclasses do CEMSP – Centro de Estudos Musicais Setecentistas de Portugal, que decorre nos meses de Setembro e Outubro no Palácio Nacional de Queluz e, neste caso, excepcionalmente na Escola Superior de Música de Lisboa, terá lugar, nos próximos dias 23, 24 e 25 de Outubro, uma masterclass de Canto orientada por Lydia Vierlinger, destinada a cantores profissionais e a estudantes de Canto de todos os níveis de ensino, no que configura uma oportunidade importante para melhor conhecer as práticas históricas de interpretação e contactar com uma figura de grande relevo do panorama internacional da música antiga na actualidade.

Reconhecida sobretudo pelas suas interpretações do repertório dos períodos Barroco e Clássico, Lydia Vierlinger apresenta-se regularmente em concerto sob a direcção de maestros como Adam Fischer, Ingo Metzmacher, René Clemencic, Martin Haselböck, Erwin Ortner ou Michael Radulescu, e no âmbito de eventos tão importantes como o Festival de Salzburgo, o OsterKlang Vienna, o Festival Haydn de Eisenstadt, a Wiener Festwochen, o Festival LeMans, o Festival Mozart de Würzburg, a Capital Cultural Mundial em Salamanca ou a Grande Scuola di San Rocco em Veneza, além de numerosos países extra-europeus (Ásia e Estados Unidos da América).

Distinguiu-se muito particularmente nos papéis de contralto da Missa em Si menor (BWV 232) e das Paixões Segundo São Mateus (BWV 244) e São João (BWV 245) de Bach, mas também obras de Telemann (Pastorelle en Musique, editado em CD com o selo Capriccio), Carl Philipp Emmanuel Bach (Paixão Segundo São Mateus), Handel (que gravou no CD a solo Vedo il Ciel, com a Capella Leopoldina de Jörg Zwicker), Haydn, Mozart, Beethoven, Bruckner e Brahms (igualmente objecto de uma gravação em disco: Boten der Liebe – Brahms Raritaten). Entre a sua extensa discografia consta ainda um notável CD de duetos barrocos com Deborah York, também com a Capella Leopoldina, sob a direcção de Jörg Zwicker (Capriccio).

Lydia Vierlinger ensina Canto desde 1999 na Universität für Musik und darstellende Kunst de Viena (Instituto Antonio Salieri), onde é, desde 2008, Professora Catedrática. Além de inúmeros seminários direccionados para a prática vocal coral e de câmara, orientou masterclasses de Canto no Período Barrocono Conservatório Tschaikovsky de Moscovo (2004), na Universidade de Belgrado (2008), na Austria-Barok-Akademie (2010-2014) e no âmbito do Japanese Summer Music Seminar, em Viena (2012-2014). Este curso na Escola Superior de Música de Lisboa será o primeiro que orientará em Portugal.

Com apoio da empresa Parques de Sintra-Monte da Lua, responsável pela gestão do Palácio Nacional de Queluz, e da Direcção-Geral das Artes, esta masterclass integra parte da acção pedagógica sob a perspectiva das práticas interpretativas da Música Antiga que a orquestra barroca Divino Sospiro tem vindo a desenvolver desde há mais de uma década, mas que vê agora no espaço privilegiado do Palácio de Queluz a primeira edição, reunindo um notabilíssimo conjunto de professores de alaúde, violoncelo, direcção coral, violino e canto, a que acresce ainda um seminário ministrado pela musicóloga Cristina Fernandes.

Encontram-se ainda em aberto as inscrições, quer para participantes, quer para ouvintes. Quaisquer esclarecimentos adicionais poderão ser obtidos directamente através do endereço de correio electrónico cemsp@sapo.pt.

 

Sobre o autor

Avatar photo

Estudou cravo, órgão e música antiga em Lisboa, exercendo intensa actividade, quer a solo, quer com agrupamentos de música antiga e orquestras. Licenciou-se na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde estudou Filologia Clássica e em cujo Centro de Estudos Clássicos é investigador. Prepara actualmente a primeira tradução portuguesa das Cartas de Plínio. Integra a Direcção da revista 'Glosas'.