Falta pouco! No âmbito das comemorações do centenário do escritor e encenador Jorge Listopad (1921-2017), o MPMP Património Musical Vivo convidou o jovem compositor Miguel Resende Bastos, galardoado com o Prémio Musa 2020, a adaptar o célebre ciclo O diário de um desaparecido de Leoš Janáček. E a estreia desta revisitação é já no próximo Sábado, dia 28 de Maio, pela 21h30, na Biblioteca Nacional de Portugal.

Os poemas falam-nos de um jovem aldeão que se apaixona por uma cigana. A partitura de Janáček é aqui entrecortada com textos de Listopad, que tinha pelo compositor checo, seu conterrâneo, enorme admiração. Dará voz a estas palavras o actor David Pereira Bastos.

O espectáculo conta com direcção cénica dos actores Miguel Loureiro e Tiago Barbosa, sendo a música interpretada pelo prestigiado tenor francês Fabien Hyon, pelas sopranos Ana Raquel Sousa e Beatriz Volante, pela contralto Rita Filipe e pelo Ensemble MPMP sob a direcção de Jan Wierzba.

O tenor Fabien Hyon é laureado HSBC 2017 do Festival d’Aix-en-Provence e, em 2015, foi distinguido com a menção Révélation Classique pela Sociedade Francesa de Direitos de Artistas e Músicos Intérpretes (ADAMI). Foi ainda artista residente do Teatro Imperial de Compiègne, e laureado no Concurso Internacional de Gordes e no Concurso Internacional de Toulouse (onde conquistou o Grand Prix de Mélodie Française juntamente com a pianista Juliette Sabbah). É mestre pelo Conservatório National Superior de Música e Dança de Paris, tendo aí estudado com Malcom Walker, Susan Manoff, Anne Le Bozec e Olivier Reboul. De seguida, estuda na Capela Musical Rainha Elisabete com José Van Dam, Sophie Koch, Jocelyne Dienst e Alain Garichot, tornando-se depois Artista Associado da instituição.

O espectáculo, de entrada livre, será apresentado no Foyer do Grande Auditório da Biblioteca Nacional de Portugal. O MPMP sugere reserva de lugar através de mpmp@mpmp.pt.

A iniciativa do MPMP Património Musical Vivo conta com o apoio da Direcção-geral das Artes.

Sobre o autor

Edward Ayres de Abreu

Curso Complementar de Piano no Conservatório Nacional. Licenciatura em Composição pela Escola Superior de Música de Lisboa, onde estudou sob orientação de Sérgio Azevedo e de António Pinho Vargas. Durante um ano, em programa Erasmus, frequentou o Conservatório Nacional Superior de Paris (CNSMDP). Mestre e doutorando em Ciências Musicais pela Universidade NOVA. Membro fundador e Presidente da Direcção do MPMP. Director da revista GLOSAS (números 1-15 e 20-). Distinguido com o 2.º Prémio do Concurso Otto Mayer-Serra (2017) da Universidade da Califórnia, Riverside, e o Prémio Joaquim de Vasconcelos (2019) da Sociedade Portuguesa de Investigação em Música.

Deixe um comentário

O seu endereço de correio electrónico não será publicado.