A Associação Portuguesa dos Amigos da Música — APAM promove a partir deste fim-de-semana a Temporada de Música de Câmara Jovem. A partir da identificação da falta de temporadas dedicadas à música de câmara que proporcionassem aos jovens a oportunidade de demonstrar o seu talento, pensou-se em promover um festival para incentivar a música de câmara, promovendo e estimulando a interpretação de obras de compositores e compositoras portugueses, bem como apoiando os jovens músicos em Portugal a disseminar o trabalho realizado.

A Temporada arranca dia 25 de fevereiro com o Quarteto Metamorfose, que inclui no programa a estreia de uma peça de Tiago Quintas, “Indistinguível” (estreia). Trata-se de uma encomenda da Miso Music Portugal. O concerto conta com as participações de Pedro Rebelo (1.º violino), João Sá (2.º violino), Djonathan Silva (viola d’arco), Carolina Costa (violoncelo). 

Dia 3 de março é a vez do Xenagos Trio, formado por Rui Soares (clarinete), Beatriz Rios (fagote) e Rafael Pinto (piano), apresentar um programa com a estreia das obras de Mariana Marques Coelho, “É do silêncio que nasce a minha sombra” (Encomenda da Miso Music Portugal), e de Lino Fernandes Pinto, “MeraKimera”. O programa também conta com a composição de Telmo Marques “4 Case Studies”.

O Trio.2, composto por Francisca Ribeiro (violino), Alexandre Tavares (piano) e Marta Nabeiro (violoncelo), apresenta-se no dia 10 de março com a estreia da obra de Diana Andrashenko “Quadro sobre uma noite estrelada” (encomenda da Miso Music Portugal).

No dia 17 de março é a vez do Quarteto de Percussões da Metropolitana; composto por Afonso Mata, Amadeu Lança, João Fialho e Rodrigo Loureiro, apresentará a estreia de “Porque Vens do Pó e ao Pó Retornarás” (Encomenda da Miso Music Portugal) de Mathilde Martins. O concerto conta também com a apresentação da obra de Miguel Curado “Coniunctio”.

E por fim, no dia 24 de março, o Quarteto Messiaen, que conta com Carolina Costa (violoncelo), João Sá (violino), Maria João Almeida (piano) e Tiago Maia (clarinete), fará a estreia da composição de Francisco Joaquim “Opinião obstante “ (estreia), também encomenda da Miso Music Portugal.

A temporada é realizada como resultado de uma parceria entre a Associação Portuguesa dos Amigos da Música — APAM e a Miso Music Portugal. Os concertos realizam-se no O’culto da Ajuda, sempre às 17h.

Fotografia: Trio 2., @Miso Music Portugal

Sobre o autor

Avatar photo

Diplomada pela Universidade de São Paulo, onde se licenciou em História, concluindo o mestrado e o doutoramento em Arqueologia e integrando o LARP, Laboratório de Arqueologia Romana Provincial, enquanto Supervisora de Programas e Pesquisas. Foi docente de História da Arte em diversas instituições universitárias e no MASP, Museu de Arte de São Paulo. Realizou o estágio doutoral no Collège de France, Paris, especializando-se depois em Gestão Cultural no SENAC, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, e concluindo o mestrado em Empreendedorismo e Estudos da Cultura — Património no ISCTE, Lisboa, tendo neste âmbito sido distinguida com um Prémio de Excelência Académica.