Neste mês de Maio, o Palácio Nacional de Sintra volta a receber alguns dos mais importantes intérpretes da actualidade da música da Renascença, para a quinta edição do ciclo Reencontros – Memórias Musicais de um Palácio. O ambiente privilegiado daquele paço real, que se conta entre os lugares mais simbólicos e representativos da identidade portuguesa, acolhe o conjunto de quatro concertos, que terão lugar na célebre Sala dos Cisnes entre os dias 4 e 25 de Maio.

Este ciclo resulta de uma parceria estabelecida entre a empresa Parques de Sintra – Monte da Lua e o Centro de Estudos Musicais Setecentistas de Portugal. A direcção artística de Reencontros, que esteve a cargo de Diana Vinagre para as duas primeiras edições, é actualmente desempenhada por Massimo Mazzeo. O concerto de abertura do ciclo de 2019, no dia 4 de Maio, será apresentado pelo Ensemble La Fenice, que, sob a direcção de Jean Tubéry, interpretará música veneziana do século XVI, de Giovanni e Andrea Gabrieli. Seguem-se o concerto Clément Janequin e seus contemporâneos – polifonia do séc. XVI, com o Ensemble Clément Janequin e o seu histórico director, Dominique Visse (a 11 de Maio), um concerto dedicado ao “Recitar cantando” (Claudio Monteverdi e Sigismondo d’India), com o Ensemble Arte Musica e a direcção de Francesco Cera (a 18 de Maio), e, finalmente, o concerto do tenor Marco Beasley, intitulado Da Apúlia a Nápoles – temas tradicionais do séc. XVI, no dia 25. Todos os concertos decorrem às 21h30.

O ciclo Reencontros faz parte de uma programação musical distinguida com o selo Remarkable Arts Festival (EFFE label 2019-2020) e integra a rede REMA / Early Music in Europe.


Para informações sobre o ciclo Reencontros e reservas de bilhetes, poderá contactar directamente a PSML, entidade organizadora, através desta ligação.

Sobre o autor

Avatar photo

Estudou cravo, órgão e música antiga em Lisboa, exercendo intensa actividade, quer a solo, quer com agrupamentos de música antiga e orquestras. Licenciou-se na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde estudou Filologia Clássica e em cujo Centro de Estudos Clássicos é investigador. Prepara actualmente a primeira tradução portuguesa das Cartas de Plínio. Integra a Direcção da revista 'Glosas'.