Renzo Filinich (Lima, Peru, 1978) é o mais recente compositor residente do programa de residência artística do Festival Dias de Música Electroacústica que, desde 2009, traz até Seia (Serra da Estrela) compositores de várias partes do mundo para realizarem os seus projectos na comunidade escolar (Conservatório de Música de Seia – Collegium Musicum), em períodos que têm variado entre poucos dias a mais de um ano. Estes projectos, na maior parte dos casos, envolvem workshops com os alunos do Conservatório, mas também concertos, palestras e seminários sobre a música dos compositores que a visitam.

Durante o próximo mês de Agosto, Seia irá acolher este compositor chileno cujo trabalho, nas suas palavras, revela o seu interesse em…

aplicar novas tecnologias à música com o objectivo de desenvolver novos campos interactivos e cognitivos no ouvinte, assim como a representação espacial do som usando interfaces de controlo sonoro e performance, utilizando para isso o conceito da maleabilidade do som como um mecanismo musical.

Renzo Filinich Orozco é licenciado em Som e é compositor de música electroacústica. Compositor bastante activo no cruzamento disciplinar entre música e tecnologia, já apresentou os seus trabalhos na Manifeste 2014 – IRCAM – PARIS, Forum Acusmatico da Hope University, Liverpool (2013), Festival Mixtur – Barcelona (2013), Ai-Maako (2011-2012) e Festival de Arte Sonora Tsonami de Valparaíso (2007-2011).

Participou um vários projectos FONDART (Fundo Nacional da Cultura e das Arte do Chile), desempenhando a função de produtor no último Festival Ai-Maako 2011-2012, onde se pretende difundir e ensinar sobre este novo meio musical ligada à linguagem contemporânea.

A última residência artística deste compositor teve como tema a Criação Musical e Novas Tecnologias e teve lugar no IRCAM em Paris (Institut de Recherche et Coordination Acoustique/Musique) no passado ano de 2014.

Sobre o autor

Avatar photo

Sofia Ferreira Teixeira nasceu em 1993 em Torres Novas, Santarém, onde estudou no Conservatório de Música Choral Phydellius, concluindo em 2011 o Curso de Saxofone. É licenciada em Ciências Musicais pela FCSH-UNL e actualmente frequenta o Mestrado em Ensino da Música — Ramo de Formação Musical na ESMAE, Porto. É bolseira do CIPEM — INET-md, onde colabora com o projecto Orelhudo, do Serviço Educativo da Casa da Música. Profissionalmente, é produtora do Festival Dias de Música Electroacústica, dirigido por Jaime Reis, lecciona Formação e Educação Musical no Conservatório de Cascais e trabalha com coros, quer como maestrina assistente, quer como coralista.