Decorreu na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Lisboa, o lançamento de “Estes sons, esta linguagem.”: Essays on music, meaning and society, livro editado em homenagem ao Professor Mário Vieira de Carvalho.

Mário Vieira de Carvalho é Professor Catedrático jubilado do Departamento de Ciências Musicais da FCSH / NOVA e um dos mais importantes impulsionares da musicologia em Portugal (e em particular da sociologia da música), não só enquanto investigador e pensador, como enquanto professor e como fundador, em 1997, do Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical. Dirigiu cursos de Sociologia da Música como professor convidado na Humboldt-Universität de Berlim (2000), na Leopold-Franzens-Universität de Innsbruck (2001), na Universidade de São Paulo (2002) e na Universidade do Minho (2004). É autor de artigos e publicações científicas sobre história, estética e sociologia da música, de entre os quais se contam, entre muitos outros, ‘Pensar é morrer’ ou o Teatro de São Carlos na mudança de sistemas sociocomunicativos desde fins do século XVIII aos nossos dias (1993), resultado da sua tese de doutoramento, obtida em 1985 na Humboldt-Universität de Berlim, Estes sons, esta linguagem (1978), Razão e sentimento na comunicação musical. Estudos sobre a Dialéctica do Iluminismo (1999), ‘Por lo impossible andamos.’ A ópera como teatro de Gil Vicente a Stockhausen (2005) e Pensar a música, mudar o mundo: Fernando Lopes-Graça (2006). Participa regularmente como orador em colóquios e encontros científicos e foi um prolífero autor de crítica musical em periódicos como o Diário de Lisboa. O seu pensamento intelectual e político e o seu olhar, sempre atento à actualidade, reflecte-se ainda hoje nos vários artigos de opinião que continua a escrever para a imprensa.

O presente volume, “Estes sons, esta linguagem.”: Essays on music, meaning and society, é, assim, dedicada à obra e carreira de Mário Vieira de Carvalho. Foi editado por Gilbert Stöck, Paulo Ferreira de Castro e Katrin Stöck e reúne as contribuições de mais duas dezenas de investigadores que, mesmo que abordando áreas distintas, seguem uma linha condutora em torno de questões como a música e a sociedade, análise musical, escuta, significado e discurso musical, estética, composição e interpretação, transversais à obra de Mário Vieira de Carvalho. O livro é organizado em capítulos temáticos, inicia-se com um “laudatio” caloroso assinado pelo Professor Christian Kaden, que foi colega de Mário Vieira de Carvalho na Humboldt-Universität e seu amigo próximo, e encerra com uma extensa e útil lista de publicações de Mário Vieira de Carvalho, entre livros de que é autor, capítulos, artigos científicos, entradas de dicionários, notas de programa, traduções, colaborações em programas de rádio e de televisão e artigos e críticas de música para a imprensa periódica.

Estes sons, esta linguagem.”: Essays on music, meaning and society é uma edição conjunta CESEM e Gudrun Schröder-Verlag, de Lípsia.

Sobre o autor

Avatar photo

Mariana Calado encontra-se a realizar o Doutoramento em Ciências Musicais Históricas focando o projecto de investigação no estudo de aspectos dos discursos e das sociabilidades que caracterizam a crítica musical da imprensa periódica de Lisboa entre os finais da I República e o estabelecimento do Estado Novo (1919-1945). Terminou o Mestrado em Musicologia na FCSH/NOVA em 2011 com a apresentação da dissertação "Francine Benoît e a cultura musical em Portugal: estudo das críticas e crónicas publicadas entre 1920's e 1950". É membro do SociMus – Grupo de Estudos Avançados em Sociologia da Música, NEGEM – Núcleo de Estudos em Género e Música e do NEMI – Núcleo de Estudos em Música na Imprensa, do CESEM. É bolseira de Doutoramento da FCT.