A 5.ª edição do Encontro Nacional de Investigação em Música (ENIM) vai realizar-se na Universidade de Évora nas datas de 12, 13 e 14 de Novembro de 2015. Mais uma vez, a Sociedade Portuguesa de Investigação em Música (SPIM) organiza três dias de apresentações sobre temas de música e musicologia, com o Professor Mário Vieira de Carvalho como orador principal. A comissão científica é constituída por António de Sousa Dias (ISEC//CITAR-EA/UCP), António Vasconcelos (Escola Superior de Educação de Setúbal), Francisco Monteiro (Escola Superior de Educação do Porto), Luísa Cymbron (Universidade Nova de Lisboa), Manuel Deniz Silva (INET-MD) e Maria de São José Côrte-Real (Universidade Nova de Lisboa).

Organizado em parceria com o Instituto de Investigação e Formação Avançada (IIFA), uma unidade orgânica da Universidade de Évora, o programa é diversificado e inclui concertos, nomeadamente às 21h30 de dia 12 de Novembro, e às 18h30 de dia 13 de Novembro.

Desde painéis sobre jazz até a alguns temas da filosofia da música, esta edição do ENIM traz-nos investigações em áreas distintas da musicologia. Destaca-se, por exemplo, um painel sobre o legado do Hot Clube de Portugal, moderado por Salwa Castelo-Branco, e uma palestra sobre a relação entre expressividade, emoção e música, com testemunhos de Luísa Tender, Alfonso Benetti e Paula Carvalho.

O programa do primeiro dia é constituído por algumas temáticas relevantes da actualidade, como o painel Música, Interactividade e economia afectiva e simbólica nos novos média, moderado por Paula Gomes Ribeiro, e Música e Televisão, por Manuel Deniz Silva, assim como uma palestra sobre música e ensino, com apresentações de João Carneiro, Natalina Santos, Carlos Gonçalves e António Vasconcelos.

Este V ENIM apresenta-nos também painéis que exploram a ópera e o teatro-musical; desde uma palestra moderada por Paulo Ferreira de Castro, às 15h30 de dia 13 de Novembro, até à apresentação da investigação de Helena Santana e Rosário Santana sobre três obras de Constança Capdeville, uma compositora sempre presente no que toca ao teatro musical português; como não podia deixar de ser, esta é seguida por uma apresentação sobre a música de cena de Jorge Peixinho, uma investigação de Francisco Maria Pessanha de Aguiar, no âmbito do painel Personalidades Musicais e Colaboradores, a ocorrer às 14h30 de dia 14 de Novembro.

Outro tema já explorado, mas indubitavelmente relevante, é abordado no painel Composição, improvisação e indeterminação, moderado por Alfonso Benetti, com a apresentação Improvisation contra composition, de Steve Tromans. Destaca-se também uma mesa redonda sobre criatividade e investigação, moderada por Francisco Monteiro, que inclui testemunhos do próprio e de Christopher Bochman, Maria da Rocha, Jorge Salgado, Rui Pereira Jorge, António Salgado e Isabel Pires, ambos a realizar às 11h30 de dia 14 de Novembro.

O programa do evento pode ser consultado através desta ligação: ENIM-2015-Programa.pdf .

 

 

Sobre o autor

Avatar photo

Terminou o curso complementar de piano na Fundação Musical dos Amigos das Crianças em 2007, completando também o ensino secundário na área de Artes Visuais. Em 2010, completou a licenciatura em Música no Goldsmiths College, University of London, com uma dissertação acerca dos desenvolvimentos contemporâneos do fado. Realizou o mestrado na mesma universidade, concluindo o curso Contemporary and Popular Music Studies em 2012. Foi com o apoio do Professor Sérgio Azevedo que desenvolveu a sua tese sobre Constança Capdeville, com uma análise do ‘Libera me’. Entre 2010 e 2014, deu aulas de piano e formação musical em diversas escolas de Londres, tendo também colaborado num projecto de inclusão social pela arte. Durante este período, realizou actividades de produção, curadoria e divulgação de música contemporânea.