Mais um disco com obras desafiantes do compositor Hugo Vasco Reis: Voices and LandscapesO novo título integra cinco obras, todas elas tendo em comum a presença da voz. Segundo o compositor, “o tema central deste deste álbum é a paisagem, o que levou […] a uma pesquisa de sons diversificados que vão desde a natureza até aos lugares urbanos, totalmente moldados pela acção humana”.

Sob a influência de poemas de Antero de Quental e de Fernando Pessoa, Voices and Landscapes propõe-nos a escuta de Some Lines Mixing a Color,  interpretada pelo Síntese GMC, Paisagens, quero-as comigo, pelo Grupo de Música Contemporânea de Lisboa sob a direcção de Pedro Neves, Sleeping Landscapes, pelo Nova Era Vocal Ensemble sob a direcção de João Barros, Oceano Nox, pelo Borealis Ensemble, e Polyphonic Mass, esta construída com recolhas diversas e a voz do próprio Hugo Vasco Reis.

O disco teve o apoio do Ministério da Cultura / DgArtes, bem como da Sociedade Portuguesa de Autores, da Antena 2 e da Câmara Municipal de Lisboa, e já pode ser escutado nas plataformas digitais habituais.

 

 

Hugo Vasco Reis é diplomado em Engenharia Civil e em Composição. Estudou na Escola Superior de Música de Lisboa com Sérgio Azevedo, Luís Tinoco e António Pinho Vargas, época em que manteve também actividade como guitarrista em casas de fado. Estudou depois na Suíça com Isabel Mundry, na Universidade de Artes de Zurique, com uma bolsa da Fondation Nicati-de Luze, e na Alemanha com Stefan Prins e Mark André na Hochschule für Musik Carl Maria von Weber Dresden. Também contactou, a nível particular e em masterclasses, com os compositores Toshio Hosokawa, Chaya Czernowin, Hans Tutschku, Dieter Ammann, Franck Bedrossian, Zigmunt Krauze, Åke Parmerud, Carola Bauckholt, Klaus Lang e Peter Ablinger, entre outros. Segundo palavras do próprio compositor, actualmente trabalha “diariamente e de forma metódica na música contemporânea, o que […] implica muitas horas de pesquisa, audição, leitura e transdisciplinaridade”. Vive entre Zurique (Suíça) e o Porto (Portugal), viajando regularmente pela Europa para colaborar com músicos, agrupamentos diversos e artistas plásticos.

Sobre o autor

Avatar photo

Curso Complementar de Piano no Conservatório Nacional. Licenciatura em Composição pela Escola Superior de Música de Lisboa, onde estudou sob orientação de Sérgio Azevedo e de António Pinho Vargas. Durante um ano, em programa Erasmus, frequentou o Conservatório Nacional Superior de Paris (CNSMDP). Mestre e doutorando em Ciências Musicais pela Universidade NOVA. Membro fundador e Presidente da Direcção do MPMP. Director da revista GLOSAS (números 1-15 e 20-). Distinguido com o 2.º Prémio do Concurso Otto Mayer-Serra (2017) da Universidade da Califórnia, Riverside, e o Prémio Joaquim de Vasconcelos (2019) da Sociedade Portuguesa de Investigação em Música.