Ricardo Pires, saxofonista português, estudou nos últimos anos no Reino Unido, onde concluiu o seu Artist diploma. Ao longo do seu percurso académico procurou desenvolver um trabalho sobretudo de colaboração criativa com vários compositores, que culminou na criação de obras para saxofone solo e saxofone e eletrónica. 

Lançou o seu primeiro registo fonográfico em 2023, precisamente no ano em que se comemorou os 650 anos da aliança entre Portugal e o Reino Unido. Tratado de Windsor: este foi o principal mote para o início do projeto fonográfico do saxofonista Ricardo Pires, principalmente por ter estudado nos últimos anos no Reino Unido. A Aliança Luso-Britânica, mais tarde reforçada pelo Tratado de Windsor, é a mais antiga aliança diplomática do mundo ainda em vigor, traduzindo-se como uma importante troca comercial, diplomática e cultural entre os dois países.

Assim sendo, Windsor Project tornou-se num projeto focado na criação, gravação e divulgação de obras para saxofone de compositores portugueses dos séculos XX e XXI que desenvolvem ou desenvolveram a sua atividade artística e académica no Reino Unido, e vice-versa.

Este álbum conta com os seguintes compositores e respetivas obras: Ao longe meu pai dizia da compositora Ângela da Ponte; Keep Up! de Jorge Ramos; The Poetry Underground de Pedro Lima; Seek your Way Out de Francisco Fontes; e 7 Miniatures de Daniel Davies. Este álbum conta ainda conta com a obra do compositor Luís Tinoco Verde secreto, para saxofone e piano, com a participação da pianista Iryna Brazhnik; Capriccio de Christopher Bochmann; Wandering de Gonçalo Gato; e Bird in Space, de Ivan Moody.

O álbum pode ser escutado nas várias plataformas digitais, e ainda ser adquirido em formato fisico.

Sobre o autor

Avatar photo

Lívia Duque, natural de Leiria, ingressou no Conservatório de Artes — Orfeão de Leiria, estudando saxofone. Prosseguiu os seus estudos musicais em Musicologia Histórica na Universidade de Évora, sendo pós-graduada pela Universidade NOVA. Actualmente exerce vários trabalhos na área de produção, gravação e assistência musical em várias entidades como o Duktus Sound Studio. É assistente de produção do MPMP.