Música, género, sexualidades – Musical Trouble… After Butler é lançado no próximo dia 18 de Novembro, pelas 18h30, na Livraria Tigre de Papel, em Lisboa.

O livro partiu da conferência organizada pelo NEGEM, Núcleo de Estudos em Género e Música (CESEM, NOVA/FCSH) que se realizou em Dezembro de 2015 na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. O mote da conferência foi o de questionar o impacto da obra de Judith Butler (que nesse mesmo ano pronunciou uma palestra no Teatro Maria Matos, em Lisboa), em particular de Gender Trouble: Feminism and the Subversion of Identity (1990), na investigação em música.

 

 

O volume reúne, assim, uma série de artigos de investigadores da mesma faculdade que percorrem temas bastante diversos, tendo como pano de fundo relações da prática musical com conjunturas sociais, espaços, dinâmicas sexuais, estruturas de poder. Nas suas páginas cruzam-se perspectivas sobre percursos de maestras, intérpretes e compositoras no século XIX e nos séculos XX e XXI, o papel de mulheres na divulgação musical, representações de mulheres e do feminino em opereta oitocentista e em séries de televisão da actualidade, a recepção de actrizes e cantoras na imprensa periódica, e ainda sobre o uso da música em objectos audiovisuais como a pornografia e em contextos de performance de «engate».

O livro será apresentado por Cristina Duarte, socióloga e investigadora do CICS.NOVA, e o lançamento é aberto a todos os interessados.

O livro tem coordenação de Paula Gomes Ribeiro, Filipe Gaspar, Joana Freitas e Júlia Durand e é uma edição conjunta do CESEM e da Húmus.

Sobre o autor

Avatar photo

Mariana Calado encontra-se a realizar o Doutoramento em Ciências Musicais Históricas focando o projecto de investigação no estudo de aspectos dos discursos e das sociabilidades que caracterizam a crítica musical da imprensa periódica de Lisboa entre os finais da I República e o estabelecimento do Estado Novo (1919-1945). Terminou o Mestrado em Musicologia na FCSH/NOVA em 2011 com a apresentação da dissertação "Francine Benoît e a cultura musical em Portugal: estudo das críticas e crónicas publicadas entre 1920's e 1950". É membro do SociMus – Grupo de Estudos Avançados em Sociologia da Música, NEGEM – Núcleo de Estudos em Género e Música e do NEMI – Núcleo de Estudos em Música na Imprensa, do CESEM. É bolseira de Doutoramento da FCT.